Suspeito de homicídios em Ceres, Rialma e Rianápolis morre em confronto com a Polícia Militar

Suspeito de homicídios em Ceres, Rialma e Rianápolis morre em confronto com a Polícia Militar

- emCeres, Goiás, Jaraguá, Polícia, Rialma, Rianápolis
Foto: reprodução / PM

 

 

Na tarde do último sábado, 12 de junho, por volta das 13h, a Polícia Militar de Goiás, através do 10º e 15º Comando Regional da Polícia Militar (CRPM), desencadeou a “Operação Escudo”, com as equipes do BPM CHOQUE, GRAER e BOPE, na cidade de São Francisco de Goiás. A operação resultou na morte do suspeito Brack Júnior Amanso da Luz, de 28 anos.

De acordo com a Polícia Militar, após denúncia com informações sobre o indivíduo, as equipes de choque (Oficial de Operações do CME) e de Choque 100 se deslocaram até São Francisco, onde Brack era considerado suspeito por diversas ações violentas envolvendo disputa entre facções criminosas. Além disso, o homem era suspeito de homicídios ocorridos nas cidades de Ceres, Rialma, Rianápolis e Crixás e estava foragido.

Chegando ao imóvel indicado na denúncia, as equipes chamaram no portão e ouviram ruídos de indivíduos saltando muros. Assim, os militares realizaram o adentramento, porém foram recebidos com disparos de arma de fogo. Neste momento, os policiais revidaram de forma proporcional e acabaram alvejando o suspeito.

Na sequência, os policiais acionaram socorro médico, no entanto o suspeito já estava em óbito. O local foi isolado para realização de perícia por parte da Polícia Técnico-Científica de Jaraguá e posteriormente o corpo foi liberado para o Instituto Médico Legal (IML).

A residência onde estava o suspeito passou por uma busca. Na casa foi localizada e apreendida grande quantidade de entorpecentes, tais como 10 peças de maconha e uma porção de skunk. Além disso, o suspeito portava um revólver calibre 38, que também foi apreendido.

Comentários

Destaque

Trágico acidente na GO-080, próximo à Goianésia, deixa uma pessoa morta

    Um trágico acidente na tarde da