Polícia Civil Regional de Ceres fiscaliza cumprimento dos decretos do estado e municípios relativos ao novo coronavírus

Polícia Civil Regional de Ceres fiscaliza cumprimento dos decretos do estado e municípios relativos ao novo coronavírus

- emUncategorized
Imagem: Polícia Civil GO

 

 

A Polícia Civil Regional de Ceres tem atuado todos os dias na região fiscalizando e responsabilizando criminalmente aqueles que não cumprem com os decretos estaduais e municipais relativos à prevenção contra o novo coronavírus.

Segundo o delegado Matheus Costa Melo, a polícia tem atuado de forma conjunta com os poderes executivos municipais, com o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgências), Vigilância Sanitária, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar.

Conforme os decretos estão suspensos, até o dia 04 de abril de 2020, o funcionamento de:

➤ Todos os eventos públicos e privados de quaisquer natureza;
➤ Visitação a presídios e a centros de detenção para menores;
➤ Visitação a pacientes internados com diagnóstico de coronavírus, ressalvados os casos de necessidade de acompanhamento a crianças;
➤ Todas as atividades em feiras, inclusive feiras livres;
➤ Todas as atividades em shoppings centers e nos estabelecimentos situados em galerias ou polos comerciais de rua atrativos de compras;
➤ Todas as atividades em cinemas, clubes, academias, bares, restaurantes, boates, teatros, casas de espetáculos e clínicas de estética;
➤ Toda e qualquer atividade de circulação de mercadorias e prestação de serviços, em estabelecimento comercial aberto ao público, considerada de natureza privada e não essencial à manutenção da vida;
➤ Atividades de saúde bucal/odontológica, pública e privada, exceto aquelas relacionadas ao atendimento de urgências e emergências;
➤ Ingresso e circulação, no território do Estado de Goiás, de transporte interestadual de passageiros, público e privado, incluindo por aplicativos, proveniente de Estado ou com passagem por estado em que foi confirmado o contágio pelo coronavírus ou decretada situação de emergência;
➤ Operação aeroviária com origem, escala ou conexão em estados e países com circulação confirmada do coronavírus ou situação de emergência decretada;
➤ Entrada de novos hóspedes no setor hoteleiro e alojamentos semelhantes, alojamentos turísticos e outros de curta estadia;
➤ Reuniões e eventos religiosos, filosóficos, sociais e/ou associativos.

Estão autorizados a funcionar apenas:

➤ Estabelecimentos de saúde relacionados a atendimento de urgência e emergência, unidades de psicologia e psiquiatria, unidades de hematologia e hemoterapia, unidades de oncologia, neurocirurgia, cardiologia e neurologia intervencionista, pré-natal, unidade de terapia renal substitutiva, farmácias, clínicas de vacinação, além de laboratórios de análises clínicas;
➤ Cemitérios e funerárias;
➤ Distribuidores e revendedores de gás, postos de combustíveis, supermercados e congêneres;
➤ Hospitais veterinários e clínicas veterinárias, incluindo os estabelecimentos comerciais de fornecimento de insumos e gêneros alimentícios (Pet-Shop)

Comentários

Destaque

Câmara de Vereadores de Rialma realiza 03ª Reunião Ordinária do mês de junho de 2021: confira

    Aconteceu na última quarta-feira, dia 09,