Pai e filha de 5 anos morrem em acidente, em Goiás – Pai estava supostamente embriagado e mãe teria tentado impedir a viagem

Pai e filha de 5 anos morrem em acidente, em Goiás – Pai estava supostamente embriagado e mãe teria tentado impedir a viagem

- emAcidente, Goiás, Trânsito
Foto: Divulgação/PRF

.

.

Um homem de 30 anos e a filha dele, de 5, morreram em um acidente na BR-060 em Guapó, na região Metropolitana de Goiânia. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que as vítimas estavam em uma moto quando bateram contra um Hyundai HB20. O casal que estava no carro teve ferimentos leves.

A batida ocorreu na noite de sábado (13) no km 189. Um levantamento preliminar feito pela PRF apontou que o piloto da moto tentou fazer uma curva em local proibido e foi atingido pelo carro. O ponto em que ocorreu o acidente era de pista duplicada e ele estava na contramão. A corporação informou ainda que as vítimas usavam capacetes, mas há suspeita de que estavam mal colocados.

O Instituo Médico Legal (IML) de Aparecida de Goiânia buscou os corpos das vítimas às 23h50 de sábado. Conforme o órgão, a família já foi informada, ambos já passaram pelos exames de praxe e aguardam que a funerária vá busca-los.

O Inspetor da PRF Newton Morais informou que a mãe da criança estava a caminho de Guapó quando acabou se envolvendo em outro acidente. De acordo com ele, a mulher teria sido levada para o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol).

Informações preliminares da PRF apontam que ela estaria tentando impedir que o marido levasse a filha por suspeita de que ele estivesse embriagado.

Foto: Divulgação/PRF

“Lá em Cezarina, uma caminhonete Ford Ranger bateu na traseira de um Fiat Uno que levava três mulheres, entre elas a mãe da criança, que nós acreditamos que estava a caminho de Guapó. As três ficaram muito machucadas, mas não morreram”, explicou o inspetor.

Ainda conforme o inspetor, o condutor da caminhonete fugiu do local da batida e, ao chegar ao ponto do primeiro acidente que matou pai e filha, foi parado por policiais rodoviários. Segundo Newton, o motorista se recusou a passar pelo teste do bafômetro, foi autuado por embriaguez ao volante e por fugir do local sem prestar atendimento às vítimas do Fiat Uno. Já a PRF informou que foi feito um Termo Circunstanciado de Ocorrência e o homem foi liberado.

Com informações do G1 Goiás

Comentários

Destaque

Instituto Ubuntu, de Rialma, irá realizar live no domingo (29) com mãe do cantor Emicida, ganhador de um Grammy Latino em 2020: saiba mais e participe

    O Instituto Ubuntu, sediado na cidade