Ossada humana é encontrada em Rianápolis e pode ser de mulher trans desaparecida há quase um ano

Ossada humana é encontrada em Rianápolis e pode ser de mulher trans desaparecida há quase um ano

- emGoiás, Polícia, Rianápolis
Foto: reprodução

 

 

Na tarde da última sexta-feira (22) uma ossada humana foi encontrada na cidade de Rianápolis, às margens da BR-153. A suspeita é que os restos mortais sejam de Alaor Rodrigues da Cruz (nome de batismo); uma mulher trans, de 37 anos, desaparecida desde o dia 13 de dezembro de 2018.

De acordo com informações, um familiar da vítima recebeu ligação de um vendedor de melancia, que trabalha às margens da rodovia, informado sobre os ossos. Segundo o parente, havia sido colocado fogo no local em que a ossada foi encontrada (pois o mato estava alto) e após o fogo cessar os vendedores encontraram os restos mortais, a cerca de 30 metros da pista.

Pelo estado de deterioração, não foi possível reconhecer se a ossada é mesmo de Alaor. Entretanto, uma equipe da Polícia Técnico Científica realizou perícia no local e os restos mortais foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Ceres, onde passarão por exames. No local também foram encontradas roupas, que irão ajudar no processo de identificação. A Polícia Civil já investiga o caso.

Foto: reprodução

Comentários

Destaque

Em Rialma, criança de 11 anos é encontrada morta com corda envolta ao pescoço e polícia suspeita de suicídio

    Uma criança de 11 anos, identificada