Mulher, em Ceres, é suspeita de forjar o próprio sequestro

Mulher, em Ceres, é suspeita de forjar o próprio sequestro

- emCeres, Goiás, Polícia
Foto: divulgação/Polícia Militar

 

 

Nesta terça-feira, 05, equipes da Polícia Militar foram informadas sobre um roubo de veículo em que a proprietária teria sido levada pelos indivíduos, dois homens que usam toucas ninja. A PM assim empenhou esforços para localizar o veículo e resgatar a suposta vítima. Porém, o caso pode se tratar de uma tentativa de estelionato.

De acordo com o Major Borba, da Polícia Militar, após todo este empenho da PM houve êxito em abordar o veículo, que foi encontrado próximo à saída do Trevo Norte, em Rialma.

Ainda de acordo com major Borba, inicialmente o caso foi tratado como roubo. Os suspeitos foram presos e a condutora levada ao hospital. Todavia, durante o desenrolar da ocorrência, apurou-se, segundo o depoimento dos supostos “sequestradores”, que a proprietária do veículo teria contratado os dois para forjar o roubo e aplicar golpe na empresa de seguros.

De acordo com o delegado Matheus Costa Melo, os envolvidos foram ouvidos e confessaram que planejavam fraudar o seguro do veículo para receber o prêmio, o que indica crime de estelionato.

O delegado informou ainda que após os suspeitos serem ouvidos foram liberados, pois o crime, a princípio, não adentrou em seus atos executórios, uma vez que o seguro ainda não havia sido acionado e nem o boletim de ocorrência sobre o roubo do carro ter sido feito.

Os celulares dos conduzidos foram apreendidos, bem como o veículo utilizado no ato preparatório. Conforme o delegado, será instaurado inquérito policial para a conclusão das investigações.

“Não podemos deixar de destacar que simular um roubo para receber seguro é crime de estelionato e possui pena de até 5 anos de reclusão”, disse o delegado, que não informou o nome dos envolvidos.

 

Comentários

Destaque

Jovem é detido, em Ceres, suspeito de tráfico de drogas

    Na última quinta-feira, 14, um jovem