Concurso Público da Prefeitura de Rialma: evite ‘fake news’ e entenda as modalidades da Relação de Candidatos Por Vaga

Concurso Público da Prefeitura de Rialma: evite ‘fake news’ e entenda as modalidades da Relação de Candidatos Por Vaga

Foto: reprodução

 

 

A Prefeitura Municipal de Rialma realizará concurso público para o preenchimento de 109 vagas, com cargos para nível fundamental, médio e superior, distribuídas entre candidatos que concorrem na modalidade Ampla Concorrência (AC) e na modalidade de Pessoa com Deficiência (PcD).

A Relação de Candidatos Por Vaga foi divulgada na última terça-feira, 25 de agosto, pelo Centro de Seleção da UFG, que é a responsável pelo certame. Após a divulgação da relação, algumas confusões foram feitas e “Fake News” (notícias falsas) começaram a circular pelas mídias sociais, questionando a lisura do concurso público.

A Fake News basea-se na falta de entendimento, por parte de alguns inscritos, sobre as modalidades citadas; Ampla Concorrência e Pessoa com Deficiência. A confusão gira em torno das vagas para PcD terem menos inscritos e consequentemente uma menor concorrência, ou seja, uma porcentagem menor na relação de “Candidatos por Vaga”.

Fake News

Não é de hoje que mentiras são divulgadas como verdades, mas foi com o advento das redes sociais que esse tipo de publicação popularizou-se. As ‘fake news’ podem ser usadas para criar boatos, reforçar mentiras e disseminar ódio, prejudicando pessoas comuns, entidades públicas e/ou privadas. Em relação a concursos públicos e em períodos eleitores elas ganham ainda mais força, por isso é preciso ficar atento e pesquisar as fontes das informações que você consome.

Concurso de Rialma

O Secretário de Administração de Rialma, Yuri Karlo, explicou que as vagas para PcD são amparadas pela Lei de Cotas 8.213/91, que foi instituída para a inclusão de pessoas com necessidades especiais no mercado de trabalho formal.

Podem concorrer à modalidade PcD pessoas com deficiência física completa ou parcial; deficiência auditiva total ou parcial; deficiência visual total ou parcial; deficiência mental e deficiências múltiplas.

Ainda conforme o Secretário, levando em consideração a diferença de modalidade, não há erro algum na distribuição de candidatos por vaga e a credibilidade do concurso não deve ser colocada em “xeque”. “O Centro de Selação da UFG é referência em concursos públicos e possui credibilidade. Todos os procedimentos e etapas do concurso serão respeitados”, pontuou Yuri Karlo.

As provas estão previstas para acontecerem no dia 06 de setembro de 2020 e o protocolo de biosseguraça para a realização do concurso já está publicado no site da UFG. Para ter acesso ao edital e anexos basta clicar aqui.

Veja as observações:

 

Comentários

Destaque

Acidente de trânsito: colisão lateral entre dois carros na tarde desta terça-feira (24), em Ceres

    Na tarde desta terça-feira, 24 de