Carro pega fogo e fica destruído, em Ceres

Carro pega fogo e fica destruído, em Ceres

Foto: divulgação/Corpo de Bombeiros

 

 

Na noite desta quinta-feira, 13 de agosto, o Corpo de Bombeiros de Ceres foi acionado para combater um incêndio à veículo, nas proximidades da rotatória do cemitério municipal. Quando a equipe chegou ao local, o fogo já havia se propagado do motor para todo o estofamento do veículo, um Ford Fiesta.

Segundo a corporação, a aproximação para o combate foi dificultada devido às chamas decorrentes do intenso vazamento de etanol do tanque de combustível. Já com o resfriamento, foi possível extinguir o fogo e eliminar o etanol do interior do carro. De acordo com os bombeiros, nenhuma pessoa ficou ferida.

O proprietário do carro, Joaquim Pires, de 60 anos, morador da cidade de Carmo do Rio Verde, contou que trafegava pela GO-154, no perímetro urbano de Ceres, quando uma mangueira desconectou do motor do veículo e vazou combustível. Joaquim disse que parou o carro e reconectou a mangueira, porém, após dirigir o carro por alguns metros percebeu que o motor estava pegando fogo.

O condutor e sua esposa Neiva Gonçalves, de 45 anos, desceram do veículo. Joaquim tentou abrir o capô do carro, mas o fogo já estava alto e o homem ficou com medo de uma explosão.

O proprietário relatou que há cerca de uma semana havia levado o veículo em uma oficina em Carmo do Rio Verde, onde a junta do cabeçote foi trocada. Joaquim foi informado sobre problemas na parte elétrica do carro e, na tarde desta quinta-feira (13), o levou em uma oficina de Rialma, onde foi diagnosticado que o motor estava “fora do ponto”. Quando o condutor retornava para sua cidade, o incêndio aconteceu. O veículo havia sido quitado há cerca de 60 dias e estava sem o seguro, que venceu no mês de junho.

Foto: divulgação/Corpo de Bombeiros
Foto: divulgação/Corpo de Bombeiros
Foto: divulgação/Corpo de Bombeiros
Foto: divulgação/Corpo de Bombeiros

 

Comentários

Destaque

Instituto Ubuntu, de Rialma, irá realizar live no domingo (29) com mãe do cantor Emicida, ganhador de um Grammy Latino em 2020: saiba mais e participe

    O Instituto Ubuntu, sediado na cidade